quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Como calcular o INSS da obra




Olá pessoal, vou postar aqui informações de como fiz para calcular o devido valor de INSS de minha obra na Receita.


Para efeitos de referência, vou considerar os parâmetros de minha própria residência que são:

Área Construída: 140m2, em Alvenaria, com 03 Banheiros (Padrão médio).


Para a base de cálculo a Receita utilizará o CUB de minha região(SP), que neste mês (Ago/2013) fechou em R$ 1.325,90(padrão médio). Para saber qual o CUB de região procure no google por “sinduscon + Seu Estado”.



Agora basta seguir a tabela abaixo para chegar na base de cálculo:

I – nos primeiros 100m2, será aplicado o percentual de 4%;
II – de 100m2 até 200m2, será aplicado o percentual de 8%;
III – de 200m2 até 300m2, será aplicado o percentual de 14%;
IV – acima de 300m2, será aplicado o percentual de 20%.



Com base nestas informações teríamos o seguinte cenário:


Metragem
Custo Global ( Metragem X CUB)
% Mão de Obra (MO)
Remuneração de MO
100
132.590,00
4%
5.303,60
40
53.036,00
8%
4.242,88
Total Global
185.626,00
Total
9.546,48



O percentual que incide sobre a mão de obra de sua construção é de 36,8%.

Sendo assim, basta calcular 36,8% de R$ 9.546,48 que saberei quanto pagar de INSS

Resposta: R$ 3.513,10




Conforme informei acima, minha residência não possui áreas passiveis de redução no percentual do custo global (áreas cobertas como Garagem, varandas...etc). Isso significa, que nos 140m2 de minha casa, estou considerando toda a área da residência como sendo área útil. 

Se em sua metragem total existir áreas que possam receber “descontos” de percentual, o calculo que utilizei aqui não servirá para você, pois você estará chegando em um valor maior do que o necessário. 


Se preferirem algo mais prático do que fazer o cálculo na mão, baixem esta planilha que ela fará para vocês. Sabendo como é a mecânica do cálculo, ficara fácil preencher a planilha.


(Planilha desenvolvida por Martins & Associados)




Caso ainda existam dúvidas quanto o calculo do INSS, pergunte diretamente para um Fiscal de Obra das Receita Federal ( http://elielfernandes.wordpress.com ), que ele com certeza lhe ajudará




Abraço

Geraldo

66 comentários:

  1. Oi Geraldo!

    Me deu até um gelo na espinha esse post hehehe
    Então se garagem e varandas não são contabilizadas a situação melhora um pouco, vou me informar mais sobre isso!
    Me diga uma coisa, é absolutamente necessário pagar o INSS já durante ou no fim da obra?
    Eu não vou financiar a obra (devo apenas fazer um construcard), o que quer dizer que eu não preciso fazer o habite-se imediatamente... neste caso, vc sabe dizer se poderia postergar isso?

    Obrigada!!

    http://minhacasaemvinhedo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Ana,

      O INSS deve ser pago a modo de regularização dos impostos devidos a mão de obra de tua casa. O Habite-se é expedido pela prefeitura de sua cidade e não tem vinculo algum com o INSS, portanto, quando você acabar a sua obra você vai até a prefeitura tira o habite-se e pronto(não esqueça de dar Baixa na CEI de sua obra).

      Depois disso, você precisará fazer uma AVERBAÇÃO da construção na escritura de seu terreno (Cartorio de Registro de Imóveis) e é nesta hora que você precisará estar com o INSS pago.

      Enquanto você estiver com o INSS em aberto, você não consegue tirar a CND(Certidão Negativa de Débito) que é expedida pela Receita Federal, sendo assim, sua escritura ficará "bloqueada" para averbação e venda. Não sei se isso é um problema já que vc não fará a casa para vender.

      Abraço!

      Excluir
    2. Oi Geraldo!

      De fato não sei como as coisas são relacionadas ainda. Quer dizer... eu vou pegar o álvara de construção e vou começar a obra, onde o INSS entra nisso? A prefeitura avisa de alguma forma, assim eles sabem que eu tenho uma obra rolando?
      O meu ponto é... eu não estou construindo pra vender (tão cedo pelo menos), nem vou financiar, logo não preciso me preocupar com coisas que um banco poderia pedir... nem tãopouco quero dar o calote no INSS hehehehe é só que o valor é alto e eu não gostaria de pagar tão já, no caso, quanto mais tarde melhor... de preferência depois que a obra terminar...

      Excluir
    3. Ana Júlia e Geraldo, as prefeitura utulizam um software fornecido pela Receita Federal para a emissão do Alvará e Habite-se o que envia as informações para a receita.

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem Geraldo acompanho sempre seu blog, que ótimo que vc ja esta quase ta reta final da sua obra.. teve um post que vc prometeu colocar a planilha das fase a obra exigida pela caixa. So que não coloco se tiver como vc colocar eu agradeceria muito so pra ter uma noçao como é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, pois é... preciso tirar um tempo mesmo para colocar umas informações pertinentes as planilhas...

      Excluir
  4. Oi Geraldo, agora tomei coragem e fiz um blog pra mim, quando der dá uma passadinha lá http://minhamaisnovacasa.blogspot.com.br/ Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi Geraldo, tudo bem? Muito explicativo o teu blog, ele é muito conveniente para quem está construindo e não tem muita noção das burocracias que envolvem uma obra! Tem um selinho pra vc lá no meu blog, passa lá pegar!! Bjs, Mô
    "http://reformandomeusbanheiros.blogspot.com.br/"

    ResponderExcluir
  6. Geraldo, você que já está em fase adiantada da obra, vou fazer uma consulta: tem alguma taxa da obra que pode ser restituída ou descontada nos finalmentes do saldo devedor no financiamento?

    Tiago Lermen

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Tiago,

      Eu ainda não terminei a obra, mas de imediato pelo que eu me lembre temos 50% de desconto nos processos de registro de imóveis em se tratando de financiamento SBPE para o primeiro imóvel.

      E para o pagamento do inss, você tem a redução do valores caso você possua areas passiveis de dedução de imposto(varandas, corredores, churrasqueira,..etc).

      Excluir
  7. Geraldo, você teve que pagar o INSS dessa maneira porque resolveu tocar você mesmo a obra, certo ?
    Eu optei por contratar uma empreiteira, que faz o recolhimento do INSS informando o CEI da obra na GFIP e me passa o comprovante de recolhimento mensalmente. Logo entendo que esse custo eu não terei, concorda ?
    Abraços e gostaria de agradecer pelo blog que você montou, está me ajudando um monte !!
    Meu processo foi aprovado, fiz a primeira vistoria na semana passada e a primeira liberação de $$ sai essa semana !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Luciano, bom saber que está sendo útil.

      É exatamente isso, se você contratou um empreiteira, fica a encargo dela recolher os devidos valores mensalmente conforme você disse, porem existe um valor mínimo que é calculado pelo INSS, se a empreiteira recolher este valor mínimo você não precisará pagar mais nada. De qualquer forma o calculo será realizado na hora pelo atendente na Receita, ai você mostra os recibos de pagamento e já abate.

      No dia que você for solicitar a quitação do INSS você deve levar também as NFs do concreto Usinado pois ele diminuem o valor da base de calculo, caso haja algum valor a ser acertado lá.

      Abraço.


      Abraço.
      Geraldo

      Excluir
  8. Geraldo o que mais dá desconto no INSS, eles pedem para levar Notas Fiscais diversas, recibos, etc... Quanto aos recibos é importante mesmo sendo informais de Pessoa Física para pessoa Física, me responda no e-mail: carloseduardo193@yahoo.com.br. Obrigado !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Carlos,
      Se você contratar uma construtora ou uma empreiteira, provavelmente os pedreiros e ajudantes possivelmente serão funcionários registrados dessa empresa, sendo assim, você deverá solicitar mensalmente uma cópia dos depositos de INSS feitos por essa empresa.

      Se você fechar por conta com o pedreiros, você acertará tudo ao término da obra. Se sua obra for realizada em alvenaria normal, o único fator de desconto é o Concreto usinado.

      Basta levar as NFs destes concretos e se certificar de que elas estejam em seu nome(ou esposa) e o endereço seja IGUAL ao da obra que foi cadastrada no Alvará de construção ou Matricula CEI ou Habite-se.

      Feito isso vc tem um desconto no pagamento do INSS(pequeno mais tem).

      Abraço!

      Excluir
  9. Boa Noite Geraldo,muito bom seu blog me esclareceu muitas duvidas,agora me tira uma pequena duvida,estou construindo pelo minha casa minha vida,meu cronograma é de 7 meses,já terminei o 1ºmes,só que o engenheiro da caixa vistoriou a obra e não disse nada,só disse que na outra semana veria um fiscal vistoriar,uma semana depois,é assim mesmo que funciona?pois está meio dificil para mim os gastos neste mes,e uma outra duvida o dinheiro é depositado na conta corrente né? o que seria os 1300 de saldo que já tenho? obrigado Geraldo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rodrigo, não sei se mudou alguma coisa, mas é apenas 'uma' vistoria por mês. E depois desta vistoria, o engenheiro faz um Laudo, envia para a agencia. Assim que a agencia receber o laudo ela demora uns 4 dias para liberar o dinheiro. Simples assim.

      Abraço

      Excluir
  10. ah sim entendi,essa parte eu já sabia,só achei estranho o engenheiro ir e dizer que ia um fiscal vistoriar sete dias depois,já se passaram 33 dias da assinatura do contrato e ainda não recebi a 1ªparcela,por isso esta dificil,o dinheiro pinga numa conta corrente não é mesmo? nela tem um saldo de 1300 é isso mesmo?

    ResponderExcluir
  11. ja recebi a parcela só que ela permanece bloqueada,não sabe em quanto dias mais ou menos eles desbloqueam geraldo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rodrigo, é assim:
      Após a vistoria, o engenheiro envia o Laudo para sua Agencia, lá eles fazer o comendo para a liberação do devido valor para sua conta "012", que é uma conta criada para cair os depósitos de seu financiamento, extremamente inútil diga-se de passagem (na minha opinião), serve apenas burocratizar um processo já muito burocratizado.

      Estando na conta "012", sua gerente de conta, transfere para sua conta corrente pessoal. Neste momento, o dinheiro entra como Bloqueado, e depois disso, um novo comando para desbloqueio deve ser realizado. Se o gerente fizer o comendo (de desbloqueio) hoje, o dinheiro só é liberado no dia seguinte.

      Pela data de sua postagem, com certeza o dinheiro já está na sua conta.

      Abraço!

      Excluir
  12. Geraldo valeu por esclarecer,o dinheiro caiu na conta dia 14 e até hoje dia 18 permanece bloqueado,demora tanto assim mesmo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo ele fica bloqueado na conta 2 Dias. Se caiu dia 14, devido ao feriado ele irá desbloquear amanhã. Isso se a sua gerente enviar o comando de desbloqueio hoje.

      Entre em contato na sua agencia e questione isso.

      Abraço!

      Excluir
  13. Geraldo continuo não entendendo o que está acontecendo,o dinheiro estava no minha conta,só que constava bloqueado e hoje para minha surpresa sumiu o dinheiro voltou os 1300? e diz como se o dinheiro fosse aplicado e agora??

    ResponderExcluir
  14. será que tem a ver com o recolhimento de inss,eu não efetuei isso,se for como eu consigo esse guia de recolhimento de inss?eu optei por pagar ao final da obra,como eu consigo um comprovante pra apresentar a caixa?nossa estou desesperado,acabou o meu dinheiro,diz pra mim que esse processo não demora,além disso eu não registrei minha obra na receita será que tem a ver?pq o meu dinheiro foi aplicado será? por favor me tire essas duvidas me ajude,obrigado cara.

    ResponderExcluir
    Respostas

    1. Ola Rodrigo, no meu caso, no primeiro mês eu fiz um recolhimento mínimo do INSS através de uma Guia, depois disso só fiz apenas no final.

      O melhor a fazer é ir até a agencia e pedir as devidas explicações sobre o motivo deste não reembolso.

      abraço

      Excluir
  15. Boa tarde Geraldo,ja recebi a parcela no outro dia mesmo,deu tudo certo graças a Deus,quanto ao recolhimento do inss acho que vou deixar para o final mesmo,tomare que não me cause problemas,veja se vc pode me tirar essa duvida...estou achando meu banheiro muito pequeno e na planta eu queria poder eliminar a area de serviço e colocar no porão e assim poder ampliar o banheiro mas tudo isso dentro da metragem,será que vou ter problemas com a caixa ou com o habite se? abraços cara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rodrigo, que bom, o dinheiro demora mas cai.
      Sobre essa alteração é assim, se você não aumentar a área construída você não terá problemas. Porem, é importante que você execute sempre de acordo com o projeto aprovado pois se por algum motivo a Caixa quiser arrumar confusão contigo, ela poderá, já que existe uma execução realizada de forma diferente. Porem, se usar o bom senso e esta alteração for para melhor sua moradia e não for atrapalhar o projeto estrutural, nao vejo problema. Confirme sempre com seu engenheiro.

      O nível de vistoria do engenheiro, como já disse, é bem superficial.

      Abraço

      Excluir
  16. Obrigado mais uma vez Geraldo,consultei meu engenheiro e ele me disse que só poderia aumentar um pouco o banheiro,sem tirar a area de serviço,então aumentou em 20 cm,pouca coisa mas fazer o que? melhor do quer dar problemas mais pra frente,obrigado abraços.

    ResponderExcluir
  17. Olá Geraldo.
    Estou financiando minha construção, pois já tenho terreno quitado. A alienação já saiu. Em que momento a caixa bloqueia o valor referente à entrada (na minha avaliação a caixa financiará 80% e terei que dar 20%). O engraçado é que já me disserem que eu posso solicitar a 1a vistoria, mas ainda nem bloquearam a minha entrada! Grata. Michelle

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Michelle, por orientação da agencia, o valor referente a entrada, deverá ser composto por recurso proprio ou provenientes de FGTS e deve estar disponível em sua conta corrente no dia da assinatura do contrato. A vistoria do engenheiro é feita antes da assinatura.

      No meu caso, a entrada foi descontada depois de 30 dias da obra, exatamente depois da primeira visita para liberar o valor do primeiro mês, isso foi ótimo, pois consegui usar este dinheiro inicialmente.

      Abraço!

      Excluir
  18. olá Geraldo tudo bem meu caro ?

    Obrigado por divulgar meu blog em seu blog.

    É isso aí, nada como repartir o conhecimento a quem dele precisa.

    Grande abraço,

    Eliel Fernandes
    Receita Federal

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Eliel, muito obrigado pela visita !!

      Com certeza, sempre que possível todos devemos fazer isso.

      Um grande abraço e parabéns pelo seu blog !

      Geraldo.

      Excluir
  19. Olá Geraldo. Excelente iniciativa. Poderia me ajudar com alguns esclarecimentos?
    Estou começando minha obra pelo projeto Minha casa Minha Vida, contratei dois profissionais, um pedreiro e um ajudante. Eu tenho que fazer algum registro na receita federal ou no INSS? Você sabe o que é CEI? Eu preciso do Alvará de construção para iniciar a obra? Estou bem desorientado. Agradeço se puderes me ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Fabricio tudo bem !?

      Procure aqui no meu blog, eu fiz uma postagem exclusivamente falando sobre Matricula CEI.

      Você pretende fazer financiamento Caixa ?

      Se sim, vc precisa ter "TODAS" os documentos solicitados pela agencia e com certeza vai precisa de um projeto aprovado, Alvará, Matricula CEI... etc.

      Você pode começar a obra sem o Alvará, porem você corre o risco de ter a mesma multada e embargada em caso de fiscalização. Aí para resolver a situação é mais burocrática e demorada.

      Abraço!
      Geraldo.

      Excluir
  20. Bom Dia Geraldo, muito legal seu blog, parabéns. Já fiz o meu CEI já tenho a matricula a minha gerente da CEF disse para recolher o INSS sobre meu CPF e um salario minimo, é isso mesmo? Quanto ao financiamento estou terminando a primeira etapa, fundação e vigas baldrame, revisando os projetos surgiu algumas duvidas quanto a modificações no projeto é possível fazer? Ex. a arquiteta utilizou piso de 30x30 quero colocar 63x63, você sabe até onde vai o critério do Engenheiro da CEF? Qual procedimento para efetuar estas modificações?
    Quanto você gastou de material o M2?
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Pacheco,
      O recolhimento é "em relação" a um salário mínimo, que dá mais ou menos uns R$ 250,00. A caixa exige que vc pague a primeira, o restante vc pode, se quiser, por fazer no final, caso não esteja registrando todos que estiverem trabalhando na obra.

      Quanto essa troca no tamanho do piso não há problema, se fosse o inverso até iria, mas vc está trocando para um 'mais caro', então não terá problemas.

      De material considere, mais ou menos, o percentual é mais ou menos 40% a 60% do valor do m2 acabado de sua obra.

      Abraço!
      Geraldo.

      Excluir
    2. Muito Obrigado pela resposta!!!
      Já vou logo recolher este valor!!!
      e quanto você pagou de ISS?
      Um grande abraço

      Excluir
    3. Ola Pacheco, é esse valor mesmo, paguei R$ 250,00 depois no acerto junto a Receita ficou mais R$ 3.513,00

      Abraço!

      Excluir
  21. Geraldo esse post me deu medo!!! rs
    A minha casa tem a 234m2 com garagem e piscina e varanda, então essa metragem tem desconto?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Carla exatamente, existem áreas passíveis de desconto. No link deste tópico existe uma planilha que faz os cálculos para você, basta informar as áreas de desconto.

      Toda a área coberta não social tem um percentual reduzido para a base de calculo.

      Abraço!
      Geraldo

      Excluir
  22. Geraldo,

    Eu contratei 02 pedreiros e 02 ajudantes vou recolher o INSS no valor mínimo, como fica depois a questão do INSS na receita federal? é feito aquele cálculo que vc postou aqui?

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde Geraldo, se forem duas casas construidas com um unico projeto de sobrado geminado de 100 m² cada como fica o calculo de inss, é feito sobre os 200m ou é individualizada
    grato
    Roberto

    ResponderExcluir
  24. Ola Roberto,
    Cada casa possuirá seu próprio numero de matricula e Numero de identificação do Município (Iptu), certo ?

    Sendo assim, quando vc for realizar a venda, cada imóvel, deve possuir sua Certidão Negativa de Debito junto a Receita Federal.

    **Se tiver dúvida, ligue na Central da Receita federal mais próxima de sua localidade, eles responderão por telefone este dúvida.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  25. Geraldo,

    parabéns pelo Blog!!!!!!!
    E também pela dedicação e presteza disponibilizados por você.

    Sds,
    Inácio.

    ResponderExcluir
  26. Sr Geraldo talvez voce posso me ajudar que agradecerei e muito, fiz minha casa em 1995 com recusor proprios, contratei pedreiros etc....na Prefeitura fiz toda a papelada tenho o Alvara e pago meu imposto com a area da planta o que ocorre que nao paguei o INSS para averbar a casa na escritura tenho 67 anos pergunto ainda tenho que recolher o imposto ou ja estou habilitado a nao recolher visto o tempo que construi e minha idade...desde ja meu muito obrigado...Luizecker@msn.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luis,
      Existe um um termo chamado Decadência no INSS, que a partir de um determinado prazo após a obra, é possível isentar o pagamento. Informe-se no posta da Receita mais próxima de sua cidade.

      Excluir
  27. Geraldo,
    Pretendemos financiar pela Caixa a construção de nossa casa. Estamos providenciando a documentação. Compramos o terreno há 1 mês e já estamos fazendo o estudo preliminar do projeto. Minha dúvida: posso pedir financiamento do terreno e construção e considerar a entrada parte do valor do terreno mesmo já estando com a escritura do terreno? Grata, Ângela

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola se o terreno já estiver e seu nome ou no nome de alguem com algum grau de parentesco, a Caixa não aprovará o financiamento do Terreno juntamente com a construção. A entrada do financiamento deve ser paga com recursos próprios, com FGTS, ou com Itens já executados (no caso de Reforma e ampliação).

      Abraço!

      Excluir
  28. Oi, Geraldo,

    Fiz o financiamento pela Caixa, no Minha casa Minha vida, na modalidade Terreno e construção. A casa tem menos de 70 metros quadrados, porém é unifamiliar, ou seja, tem mais de uma casa no mesmo lote, o que não ocorre isenção. Minha dúvida é quanto ao pagamento do INSS, é minha obrigação ou do construtor, e mais, se ele não recolheu o Inss dos empregados, eu devo pagar tudo. Desde já agradeço!

    ResponderExcluir
  29. Boa tarde Geraldo

    moro há mais de 14 anos na casa que construí. quanto ao INSS posso considerá-lo prescrito ? Como consigo documentos (e quais) para fazer averbação no cartório ?
    Grato pela ajuda.
    Luiz

    ResponderExcluir
  30. Boa noite Geraldo,

    Estou construindo um barracão comercial de 400 m2. Abri a matricula CEI e recolho mensalmente 478,00 nesta matricula.
    Contratei um empreiteiro, que recolhe 6% do valor da Nota Fiscal na matricula da obra.
    Ele também tem 2 funcionários registrados.
    Perguntas:
    O valor de 6% da NF que o empreiteiro recolhe ao INSS está correto ou deveria ser maior?
    Posso abater o INSS recolhido para os empregados dele quando for quitar o INSS?

    ResponderExcluir
  31. Olá Geraldo,

    Estou iniciando o processo de construção e estou na dúvida a respeito do INSS, se eu recolher o valor integral calculado de INSS, ainda assim sou obrigado a registrar os pedreiros que estarão trabalhando na obra?

    ResponderExcluir
  32. Olá!
    Terminei a construção da minha casa e preciso fazer a averbação. A construtora não fez a inscrição da obra no CEI e preciso disso para poder tirar a CND e depois averbar o imóvel. O CEI refere-se exclusivamente aos tributos relativos ao INSS??
    Quem tem a responsabilidade de efetuar o pagamento desse valor, o proprietário do imóvel ou a construtora contratada?
    (no contrato da obra tem uma cláusula que diz: "DAS OBRIGAÇÕES DA CONTRATADA: b) responsabilizar-se por todos os encargos sociais, trabalhistas, seguro e indenizações referentes ao pessoal contratado ou terceirizado para execução dos serviços.")----> isso geraria a responsabilidade da construtora (contratada) e tiraria a responsabilidade do proprietário??
    O engenheiro responsável pela construtora me cobrou um valor bastante alto para a retirada do CEI e gostaria de averiguar isso melhor, nem que seja pra dividir os custos.
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  33. Boa tarde!!!!

    Eu fui tirar a CND na receita, a minha casa tem 68 M2 e o fiscal da receita calculou e deu o valor de R$ 1.137,00 de inss? Está correto não é isento??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. vc tem que respeitar o disposto neste artigo para que tenha insenção:
      Art. 370. Nenhuma contribuição social é devida em relação à obra de construção civil que atenda às seguintes condições:

      I - o proprietário do imóvel ou dono da obra seja pessoa física, não possua outro imóvel e a construção seja:

      a) residencial e unifamiliar;

      b) com área total não superior a 70m2 (setenta metros quadrados);

      c) destinada a uso próprio;

      d) do tipo econômico ou popular; e

      e) executada sem mão-de-obra remunerada;

      II - seja destinada a uso próprio e tenha sido realizada por intermédio de trabalho voluntário, não remunerado, prestado por pessoa física à entidade pública de qualquer natureza, ou à instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade, nos termos da Lei nº 9.608, de 18 de fevereiro de 1998, observado o disposto no art. 371;

      III - a obra se destine à edificação de conjunto habitacional popular, definido no inciso XXV do art. 322, e não seja utilizada mão-de-obra remunerada, observado que o acompanhamento e a supervisão da execução do conjunto habitacional por parte de profissionais especializados, na qualidade de engenheiro, arquiteto, assistente social ou mestre de obras, mesmo que remunerado, não descaracterizará a sua forma de execução, cabendo apenas a comprovação do recolhimento das contribuições para a Previdência Social e das destinadas a outras entidades ou fundos, incidentes sobre a remuneração dos profissionais;

      IV - seja executada por entidade beneficente ou religiosa, destinada a uso próprio, realizada por intermédio de trabalho voluntário não remunerado, observado o disposto no art. 371;

      § 1º Verificado o descumprimento de qualquer das condições previstas nos incisos I a IV do caput, tornam-se exigíveis as contribuições relativas à remuneração da mão-de-obra empregada na obra, de acordo com os critérios estabelecidos neste Título, sem prejuízo das cominações legais cabíveis.

      § 2º O disposto neste artigo não se aplica aos incorporadores.

      Excluir
  34. Prezado Geraldo, Sou Joel e estou começando 02 casas para investimento.Foi muito bom entrar em seu blog,pois está muito esclarecedor quanto ao pagamento do INSS da construção e os passos a serem seguidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí Joel, faça bom uso das informações

      ;)

      Excluir
  35. Olá Geraldo, tudo bem?
    Estou desesperado, pois tenho um financiamento pelo Minha Casa MV e minha parcela está bloqueada por decorrencia do não pagamento do INSS da obra. Portanto, gostaria de saber se posso argumentar com o gerente que tenho a faculdade de efetuar esse pagamento apenas ao fim da obra.
    E caso eu tenha que fazer agora, como devo proceder?
    Desde já agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel, basta vc recolher o valor mínimo possível, aqui no blog eu estou ensinando como fazer isso. Geralmente a ultima parcela so é liberada mesmo quando vc entrega o habite-se com a quitação da Receita.

      Abraço
      Geraldo

      Excluir
  36. Olá, concordo plenamente com os colegas acima sobre a utilidade dessas informações.
    Inclusive tenho uma dúvida muito parecida com a de um colega, mas como a resposta foi por e-mail, não pude visualizá-la.

    Comecei uma obra em 2011, tirei o habite-se em julho de 2014, não fiz a CEI da obra por desconhecimento, pois hoje, depois de ter essa experiência, deveria a CEI ser "casada" à liberação do Alvará de construção pela administração (nada me foi dito).
    - Quando essa citação de ofício por parte da RFB pode acontecer?
    - Eu poderei ser multada caso coloque a data correta do início da obra? tenho vários Cpf nos recibos de prestação de serviço. Qual devo colocar? Ou colocar nenhum?
    - Como declaro tbm no imposto de renda? Por enquanto só está dito que comprei o lote no valor x e iniciei a construção, apenas como informação.
    - Quero regularizar o quanto antes, por favor, pode me ajudar? Minha casa tem 427,56m2 com 9 banheiros no projeto, situada no Distrito Federal.
    Atenciosamente,
    Rosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Rosa,
      Praticamente todas as suas duvidas podem ser esclarecida por um fiscal da receita. O valor a ser pago é por aferição e eles farão na hora.

      acesse este blog: http://elielfernandes.wordpress.com ele com certeza ajudará você. As informações que constam neste blog são de um cenario muito particular, que ocorreu comigo, qualquer coisa que fuja disso a melhor opção é pedir esclarecimentos diretamente para o RFB.

      Fale com o Eliel ele terá o prazer de responde-la.

      Abraço
      Geraldo

      Excluir
  37. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  38. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  39. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  40. Olá Geraldo...td bem?
    Estou terminando minha construção e gostaria de saber sobre o INSS dela.
    A casa tem 270m. e eu contratei um pedreiro que já pagava como autônomo. Como posso calcular o INSS de uma maneira mais barata? Obrigada
    Mildes

    ResponderExcluir